ARQUITETURA DE ILUMINAÇÃO ************* http://www.angelaabdalla.com.br/ *********** PROJETOS LUMINOTÉCNICOS

quarta-feira, 27 de março de 2013

Os avanços da tecnologia LED

Li o artigo na Revista Lumière do renomado engenheiro eletrônico Vicente Scopacasa, grande conhecedor e com larga experiência em semicondutores,falando dos avanços da tecnologia dos LEDs até o momento. Muito esclarecedor.Vou dar uma pequena resumida.
Ele aborda os seguintes parâmetros técnicos: eficácia luminosa (relação lumens por watt), IRC (indice de reprodução de cor)e TCC (temperatura correlata de cor).

EFICÁCIA LUMINOSA
No caso dos LEDs, a eficácia luminosa depende tanto da corrente elétrica aplicada como da temperatura na qual o LED foi medido.Isto significa que o mesmo LED pode ter eficácias diferentes, dependendo dos valores de corrente elétrica e temperatura aplicados nele. Normalmente, os LEDs apresentam eficácias maiores quando submetidos a níveis menores de potência elétrica. A eficácia luminosa também depende da temperatura de cor. LEDs com temperatura de cor quente (2700K a 3000K) apresentam eficácias menores que os LEDs com temperatura de cor fria (acima de 4000K).Também o IRC influencia na eficácia: quanto maior o índice, menor a eficácia. Scopacasa salienta que sob o ponto de vista do consumidor final, o que importa é a eficácia total do sistema, incluindo-se os LEDs, a óptica, o projeto térmico e a eficiência do controlador. Os LEDs brancos em 1990 tinham eficácia na ordem de 10 a 20 lumens por watt. Em 1998 passou para 30 medido em corrente de 350mA. Hoje o mesmo LED chega a 140 lumens por watt. E segundo as projeções de alguns fabricantes, poderão chegar a 250 lumens/watt.

IRC - ÍNDICE DE REPRODUÇÃO DE COR
Uma considerável evolução foi observada com respeito ao IRC dos LEDs brancos comerciais. LEDs brancos frios hoje já são disponibilizados com IRC mínimo de 80, ao passo que os LEDs brancos quentes chegam a 90.
Com a mescla de fósforos vermelhos e amarelos, foram obtidos LEDs com temperatura de cor quente e consequentemente aumento do índice de reprodução de cor com eficácias atuais da ordem de 111 lumens/watt.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
A matéria completa você pode ler no link da revista online: (pág.54)
http://www.portallumiere.com.br/revistaonline/abre_revista.php?arq=271&id_revista=271&altura=768&largura=1360
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Confesso que ainda me incomoda a questão do IRC em aplicações onde eu preciso do mesmo efeito das halógenas que tem 100% de reprodução de cor. Mas, como é uma tecnologia em constante evolução, acho que chegará lá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário